CONFRONTAR EM AMOR – Série: O amor é tudo

Palavra 3

Vamos falar de uma habilidade que muitos precisam aprimorar: A habilidade de confrontar as pessoas em amor, dizer a verdade em amor.

O motivo de não sermos bons nela, é porque não aprendemos ela na escola, em casa.. Ninguém nos ensina como fazer isso. Mas se trata de uma habilidade que sempre vai construir algo ao invés de destruir.

Como confrontar alguém que você ama, com uma atitude amorosa? Se você quer ter relacionamentos profundos e ajudar as pessoas, você vai precisar dizer coisas duras que elas não querem ouvir, mas em amor você precisa dizer.

Evitamos muitas vezes dizer coisas duras, porque não sabemos como confrontar em amor. Jesus parece que sempre sabia a coisa certa a falar, e é interessante porque as vezes ele evitava, outras resolvia, e outras provocava conflitos, mas ele sempre tinha uma resposta correta para resolver os conflitos. Talvez, assim como Jesus, você precisará evitar conflitos, resolver e as vezes vai precisar provocar algum conflito para ajudar a pessoa a romper e crescer.

A vezes temos a visão errada de que evitar confrontos é a chave para manter a paz. Em outras palavras, é como se disséssemos para nós mesmos: “Eu preciso engolir a dor, esconder os meus sentimentos, reprimir a verdade e até mesmo fingir que está tudo certo, só para evitar conflitos”.

Mas não é uma ideia tão boa, só causa mais problema, porque evitar a verdade ao invés de lidar com a verdade, só aumenta a dificuldade, não é a melhor solução. A verdade é que expressar amor, nem sempre é tão fácil. Na teoria pensamos que falar a verdade é sempre o melhor a fazer, mas na prática achamos que a franqueza não é a melhor solução. Quando o amor sobrevive da coragem

I Co 13:6

É sobre isso que falamos hoje

Ef 4:15

Perceba como o amor e a verdade andam juntos, amor e falta de franqueza não podem andar juntos. É interessante observar que o texto do amor (I Co 13) está num contexto que o apóstolo Paulo está dizendo coisas duras para as pessoas. A cartas são advertências duras, e é nesse contexto que Paulo adverte duramente o que estavam fazendo de errado, fala a verdade em amor que esse versículo é colocado.

Você vai perceber que Paulo é duramente franco e honesto com eles. Ele lida com vários problemas, sempre dizendo a verdade em amor. É uma habilidade que todos precisamos construir para desenvolver famílias melhores, pessoas melhores, casamentos melhores e até países melhores.

Para isso, eu vou te dar direção e ferramentas para alcançar o objetivo de confrontar em amor:

  1. Antes de confrontar qualquer pessoa, cheque suas motivações.

 

Pergunte a si mesmo: “Porque eu preciso falar sobre isso?” ou “Porque eu preciso falar com essa pessoa?”. Existem muitos motivos errados para ser franco, e é isso o que machuca as pessoas. Alguém pode querer confrontar alguém por causa de ciúmes ou confrontar por irritação, frustração. E muitas vezes, ao dizer a verdade, descarregamos a ira em nome da franqueza. Geralmente quando isso acontece, você aponta a falha das pessoas, e você passa a mensagem que você é “espiritualmente melhor” do que a pessoa. Não são motivos corretos de confrontar uma pessoa.

O confronto bíblico, é sempre para ajudar e nunca para machucar (I Co 12:19) Na vida temos vários tipos de relacionamentos. Há os relacionamentos rasos e há os relacionamentos profundos em que as pessoas estão com os corações conectados. É desse segundo relacionamento que as pessoas estão em busca. Se aplica a tudo (amizades, casamento, trabalho, etc).

Para alcançar esse tipo de relacionamento só tem um jeito: Tomar o caminho da verdade. O único jeito de passar de um relacionamento superficial para o profundo, é passar pela verdade. Você precisa lidar com os problemas do relacionamento. Mas geralmente deixamos de lado, prefere simplesmente deixar “para lá”. Muitos escolher o caminho mais fácil e permanecer no relacionamento raso, para evitar o caminho da verdade, porque pode ser difícil, doloroso. Precisamos ser corajosos para crescer em amor e verdade. Vale a Pena! Mas só confronte pessoas que você deseja estar perto.

Precisamos confrontar por amor, e não por razões egoístas. Porque ama alguém, porque precisa de alguém.

 

  1. Depois de checar as motivações do seu coração, se planeje para isso.

 

Confrontar as pessoas em amor precisa ser planejado (Pv 16:23). Não dá para construir nada se for “afoito”. Pare para pensar antes, tenha um esboço. Quando algo vai ser difícil de dizer e que pode doer, é preciso saber o que será dito (I Co 2:4). Muitas vezes não pensamos o que vamos dizer, e outras dizemos a nossa verdade pela internet, isso é terrível. Você não pensou, não planejou e depois se arrepende de ter dito.

Quando você planejar ter um confronto em amor você precisa ter pelo menos 3 coisas: 1.Quando você vai dizer. Não fale debaixo de pressão estressado, com pressa.. (A melhor hora é quando ambos estão bem, e na melhor hora)2. O que você vai dizer (Pv 25:11). Planeje a sua introdução e as ilustrações. Sempre comece com gentileza e com humildade. Sempre que tiver uma ilustração use, é uma ferramenta muito poderosa (Pv 12:18). Tudo está no “jeito” que você fala. (Pv 15:1) O jeito que você usa as palavras e o tom em confronto pode transformar vidas, ou pode magoar as pessoas. Todos nós temos áreas que precisamos de ajuda. A equação do planejamento: verdade + humildade + tempo certo = a transformação.

É preciso mais do que verdade para gerar a transformação. É preciso verdade, amor, humildade, hora certa…

 

  1. Dê a afirmação.

Afirme essa pessoa, a maneira certa de confrontar é “vestindo” o que você precisa dizer com um elogio, uma afirmação. (Pv 12:25). Lembre-se de que você sempre deve afirmar algo bom da vida da pessoa, o quanto ela é importante e amada, para que a pessoa entenda que é uma pessoa amada. Principalmente afirmando que você acredita que a pessoa pode melhorar, isso remete a identidade. Não enfatize o problema em si, enfatize o que precisa ser melhorado.

A afirmação revela o que elas são em Cristo, e é tão importante quanto mostrar o problema.

 

  1. Se vai dizer algo em amor, precisa estar pronto a correr o risco de ser rejeitado pela pessoa.

 

Não importa o planejamento, as motivações e desejos, algumas pessoas vão ser simplesmente te rejeitar (II Co 7: 8,9 e 12).

A verdade é que é difícil dizer a verdade, porque não tem como prever como as pessoas vão reagir a ela. Podem simplesmente te dar as costas, outros podem duvidar das suas motivações, podem te atacar, porque pessoas feridas ferem outras. Mas, você precisa estar preparado. O medo da rejeição é que nos impede de dizer a verdade para as pessoas. Precisamos vencer esse medo. Você precisa parar de “varrer para debaixo do tapete”. Precisa dizer a verdade em amor, porque você ama, e isso exige coragem. Varrer para debaixo do tapete somente esfria o seu coração.

Não resolver a situação só vai esfriar o coração para amar as pessoas, porque estocar sentimentos esfria o coração. Se você não resolver encarar e colocar diante de Deus, vai adoecer o seu coração. Isso mata os seus relacionamentos, quando não lidamos com os problemas, você mata o relacionamento.

Para quem você precisa dizer sobre os seus sentimentos? No trabalho, na igreja…

Você precisa de amar o suficiente para confrontar a pessoa em amor. Qual é o problema que você finge que não existe? Qual o elefante rosa que todos fingem não estarem vendo no meio da sala?

Uma pessoa imatura não consegue lidar com esse tipo de amor. O mundo sempre nos ensinou que devemos deixar cada um viver a própria vida (isso não é da minha conta), mas isso não é amor. Amor genuíno fala a verdade, “o amor se alegra com a verdade”. Isso é o que fará com que as tensões sejam dissipadas.

Não adie mais. Marque um horário, planeje e encontre-se com a pessoa e leve o relacionamento em um novo nível. Amor é eu me colocar sobre o risco de rejeição para que a pessoa melhore.

Bpo. Jonatas Silveira

Assista também a palavra em vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=QhnAr4UWkTk

Publicar um comentário